Santa Catarina conquista Campeonato Brasileiro dos Árbitros

Sinafesc vence a tricampeã DF por 1 a 0 em Recife/PE e conquista o Campeonato Brasileiro dos Árbitros de Futebol pela primeira vez e de forma invicta

Neste final de semana, dias 12, 13 e 14, foi realizado o 5º Campeonato Brasileiro dos Árbitros de Futebol. O evento foi realizado em Recife-PE sob organização da ANAF – Associação Nacional dos Árbitros de Futebol – e contou com 13 equipes vindas de estados diferentes estados e cerca de 400 pessoas.

O campeonato foi realizado pela primeira vez em 2006 no Distrito Federal com São Paulo ficando com o título. Após um longo período inativo, a competição voltou a ser realizado em 2016 novamente em Brasília com a equipe local ganhando pela primeira vez o que voltou a ocorrer em 2017 em São Paulo e em 2018 em Santa Catarina onde se tornou tricampeã da competição.

Neste ano foi realizado em Recife/PE e pela primeira vez na história a equipe de Santa Catarina conquistou, de forma invicta, o campeonato nacional dos árbitros de futebol.

A campanha

Uma campanha irrepreensível comandada pelo treinador e agora coroado ‘Mister’ Marco Martins. A histórica conquista começou na ultima quinta-feira (12) poucos minutos após o desembarque da delegação em Recife. Na estreia enfrentou a equipe do Rio Grande do Norte e vencia o primeiro tempo por 2 a 0 com imensa tranquilidade, mas a falta de luz natural e falha nos geradores fizeram com que o segundo tempo só fosse realizado na manhã do dia seguinte. A noite de descanso foi bem aproveitada pelos jogadores que voltaram mais animados ainda aplicando uma goleada fechando a partida em 4 a 1 com gols de Lucas Barbosa (2), Adnilson, Cidral (pênalti) e Alexandre Lodetti.

Já classificado, o ‘Mister’ preferiu mesclar a equipe com jogadores que não viam atuando com regularidade para dar ritmo de jogo para todos do elenco. O adversário foi o tradicional rival Rio Grande do Sul que abriu o placar ainda no começo da partida, mas não assustou o time alternativo de Santa Catarina que empatou com Gianluca aos  35′. No segundo tempo Hector virou o placar em cobrança magistral de penalidade deslocando o goleiro que nem saiu na foto. Os gaúchos balançaram as redes mais uma vez decretando o placar final em em 2 a 2 o que agradou as duas equipes já classificadas para a fase seguinte da competição.

Quartas de finais

A partida eliminatória contra a boa equipe de Goiás começou morna com ambas equipes se estudando sem querer dar chances de contra ataque ao adversário e assim seguiu até que os 28’ quando Ramon abriu o placar para delírio da galera. A equipe goiana sentiu o gol,  mas não desistiu e aos poucos buscou o empate em rápidas jogadas, mas a reação não assustou Santa Catarina que sob orientação do Mister Martins tocava a bola em busca de uma oportunidade para ampliar o placar. E a chance apareceu, aos 40’ bola na cal com Diego Cidral na cobrança é sinônimo de gol. Santa Catarina 2, Goiás 0 e assim terminou a primeira etapa.

Logo no inicio do segundo tempo a valente equipe do cerrado descontou no placar, 2 a 1 dando novo animo aos goianos e trazendo dinâmica para o confronto. A partida continuou muito movimentada com chance de gols para os dois lados, mas o placar não mudou com Santa Catarina eliminando a equipe do serrado e subindo mais um degrau na busca do sonhado título.

O resto da tarde foi de descanso com muito liquido, sauna e exercícios de recuperação, pois a semifinal no dia seguinte seria contra o Rio Grande do Sul, adversário da fase de grupo que deu muito trabalho para a equipe B no empate por 2 a 2.

Semifinal

A semifinal foi disputada na manhã do sábado (14) sob sol escaldante de 35 graus. Como na partida anterior, a experiente equipe catarinense iniciou a semifinal trocando passes e estudando o adversário que mudou sua forma de jogar tentando surpreender. Mais agressivo a equipe gaúcha abiu o placar aos 20’ da primeira etapa e seguiu mandando na partida até o apito que encerrou o primeiro tempo. O ‘Mister Marco Martins’ precisou usar de toda sua experiencia para levantar a confiança dos jogadores catarinenses que voltaram revigorados para a etapa final. Trocando passes com precisão, com confiança e muita força física foi empurrando o adversário para seu campo de defesa que aquele momento tentava manter o placar que o levava a final, mas não teve forças para suportar e aos 20’ Glauber Rodrigues bateu falta com maestria empatando a partida e fazendo justiça no placar. Após o gol de empate as duas equipes ficaram mais contidas em suas linhas defensivas, se ariscaram pouco e o novo empate levou a decisão da vaga na final para as penalidades.

Nas cobranças Cidral, Hector, Ramon e Alexandre Lodetti converteram para os catarinenses e o goleiro Tisnei brilhou defendendo a segunda cobrança dos gaúchos que ainda chutaram a terceira para fora. Final 4 a 2 para Santa Catarina e novamente o grito de ‘Ohhh ohhhh ohhhh SANTA CATARINA QUE MANDA AQUI’ foi cantado alto no local!

Na outra semifinal as fortíssimas equipes de Minas Gerias e Distrito Federal também empataram decidindo a vaga nas penalidades com DF levando vantagem por 5 a 4 e assim decretando a finalíssima entre DF e SC.

A Final

Após almoço e repouso com o sol mais forte ainda, beirando os 40 graus e como em toda decisão, o confronto começou com as equipes se respeitando e trocando passes laterais esperando uma oportunidade, mas as defesas levavam vantagem nos confrontos com os atacantes.

Gol! Aos 18 minutos, no primeiro ataque mais agudo, Santa Catarina abriu o placar com Ramon Abatti e recuou defendendo a vantagem seguindo assim até o fim do primeiro tempo. Na segunda etapa, apesar da forte equipe cadanga pressionar muito, o placar não mudou e o apito final soltou o grito entalado de é CAMPEAO que ecoou por toda Recife!

Após os abraços entre jogadores e comissão técnica o grito que se ouviu foi “A mulherada dominou geral. Ohh ohhh ohhhh, rapaziada ta passando mal ahhhh ahhhh ahhhh ahhhh. Não adianta querer resistir ohhh ohhh ohhh ohhh Santa Catarina que manda aqui! Laiaaaa laiaaaaa laiaaaa laiaaaa.

O Sinafesc parabeniza os jogadores, comissão técnica, staf e torcedores que brilhantemente nos representaram em terras distantes trazendo o titulo desta importante competição colocando o nome do estado e da arbitragem catarinense na historia!

Veja abaixo vídeo da conquista.